Gostes ou não desta ideia, se estás a ler isto, tenho a certeza que és viciado no teu telemóvel, ou melhor ainda, em redes socais. Pode ser difícil de admitir e até eu, por vezes, gosto de pensar que não sou assim tão apegada ao meu telemóvel, mas se és um jovem adulto, és viciado em redes sociais. Mas tens toda a razão para o ser, nós não tivemos grande escolha, todas estas apps foram desenvolvidas de forma a serem aditivas e conseguiram em cheio. Se não acreditas, vê a média de tempo que passas no teu telemóvel, ou melhor ainda, analisa o teu comportamento. O que fazes quando estás à espera de alguma coisa/alguém? Tenho a certeza que fazes um scroll básico pelo Instagram. O que fazes quando estás a ver uma série e por alguma razão ficou um pouco mais aborrecido? Scroll nas redes sociais. O que fazes enquanto vês um vídeo no Youtube? Scroll nas redes sociais? O que fazes enquanto escreves um post no teu blog? Oops, acabei de o fazer. Chegamos até muitas vezes ao cúmulo de estarmos numa chamada com alguém e... scroll no Instagram. A isto eu gosto de chamar o Instagram Brain. Perdemos, completamente, a capacidade de estar focamos em apenas uma coisa. Temos sempre de ter o nosso telemóvel ao nosso lado, para a qualquer momento fazermos scroll no Instagram/Twitter/TikTok/qualquer rede social que uses (menos o Facebook porque ainda alguém o usa?). É assustador e se isto não é adição, então não sei o que é. Chamem o que quiserem, mas o primeiro passo para a recuperação é admiti-lo, por isso pelo menos eu penso estar no caminho certo e da próxima vez que estiverem a ver um episódio da vossa série favorita, deixem o vosso telemóvel num sítio diferente da vossa casa, fica o desafio.

Like it or not, if you're reading this, I'm pretty sure you're addicted to your phone, or at least you're addicted to social media. I know it might be hard to swallow, and I'm sure that, just like me, sometimes you like to think you don't spend that much time on your phone. But the truth is that if you're a young adult, you're addicted to social media. We didn't have much choice, social media apps were designed in order to be addicted, and they nailed it. If you don't believe it, just check the average time you spend on your phone, or even better, just analyze your behaviour. Just put it this way: what did you do when you're waiting for something/someone? I'm pretty sure you scroll through social media. What do you do while you're watching a tv show and it gets a bit boring? You scroll through social media. What do you do while you're watching a Youtube video? You grab your phone and you check social media. What do you do when you're writing a blog post? Oops, just did it. And sometimes we're even checking social media while we're on a phone call with someone. This is what I like to call the Instagram brain. We just can't focus on one single thing. We always have our phone by our side so we can check Instagram/Twitter/TikTok/whatever you choose (but let's not mention Facebook because does anybody still use it?). It's scary, and if this isn't an addiction, then I don't know what it is. You can call it whatever you want, but the first step to recovery it's to admit it, so at least I think I'm on the right path. And the next time you're watching an episode of your favourite series, leave your phone in a different room of your house, let me know how that goes.

sweatshirt MANGO | t-shirt SÉZANE (gifted) | skirt BERHSKA | shoes GUCCI | bag VINTAGE

Post a comment

Contact

© Fashion Mask.
Design by The Basic Page