Há uns tempos, estive a ler a Câmara Clara (podem ler o post sobre o livro AQUI) e um livro com o qual é muito comparado é este mesmo: On Photography da Susan Sontag. Vi-o na feira do livro e tive de o trazer comigo. Uma coleção de seis crónicas, este livro é um estudo sobre a força das imagens. É um livro que nos faz pensar sobre fotografia e sobre o ato de fotografar, algo que pode ser tão instantâneo, mas que também pode ter tanto por detrás, sem dúvida, que é um livro que nos faz pensar. Coloca importantes questões sobre fotografia e, como algumas pessoas me disseram, quase que nos faz sentir culpados com o ato de fotografar. É também engraçado ver como tanto mudou desde a publicação deste livro. Foi publicado em 1977, mas adorava saber a opinião da escritora face à fotografia digital e ao fenómeno das selfies. É um livro bastante interessante, mas senti que não caminhava para uma direção coerente, o que me fez gostar mais da Câmara Clara. Claro que se gostam de fotografia devem ler ambos, mas se estão à procura de um livro apenas para compreenderem a fotografia de uma outra forma, então recomendaria a Câmara Clara.


A while I go I read Camera Lucida (you can read my blog post about it HERE) and that book is very often compared to this one: On Photography by Susan Sontag. A collection of six essays, this book is a study of the force of photographic images. It's a book that makes you think about photography, an act that can be very spontaneous, but has so many things behind it, it's a very thought-provoking book. It raises important questions about photography, and as a few people told me about it, it almost makes you feel guilty about taking a photo. It's also fun to see how much has changed since this book was published. She wrote this in the 1970s and I would love to know her opinion on digital photography and even the phenomena of the selfie. It's an interesting book to read, but with that being said, I felt like the work as a whole lacks anything approaching a coherent direction which made me enjoy Camera Lucida much more. Obviously, if you like photography you should read both, but if you're looking for something to understand photography on another level, I would definitely recommend Camera Lucida.



"Photographs are a way of imprisoning reality...One can't possess reality, one can possess images -- one can't possess the present but can possess the past."

 


Aqui estão as fotografias analógicas da minha viagem à Madeira. Desculpem a quantidade de fotos, mas levei dois rolos e gostei tanto do resultado que queria mesmo partilhar todas elas com vocês. Foi a minha segunda vez na Madeira e, com certeza, não será a última. Gostei mesmo muito. Foram dias fantásticos a passear, a fazer praia e a aproveitar os últimos dias de  Verão. Se tiverem alguma pergunta sobre a viagem ou se quiserem recomendações, digam nos comentários que eu repondo a tudo ou até posso fazer um post sobre o assunto. Espero que gostem das fotos.


Here are the analogue photos from my trip to Madeira. Sorry for the amount of photos, but I took two rolls of film with me, and I like the result so much that I had to share them all with you. It was my second time in Madeira, and I'm pretty sure it won't be the last. I really love it. We had some amazing days just strolling around, going to the beach, and enjoying the last days of Summer. If you have any questions about the trip or if you want some recommendations, just let me know in the comments that I will reply to everything or who knows I even do a blog post about it. Let me know. And I hope you like these photos.


 


Este é, oficialmente, o último outfit de Verão. Gosto imenso dele e tenho a certeza que ainda irei usar estas peças durante mais uns tempos, mas será, com certeza, de outra forma, até porque são peças bastante versáteis para fazer a transição. Voltei da Madeira (as fotos irão estar no blog muito em breve), que foi para mim a viagem que marcou o fim do Verão. Últimos dias de praia, últimos dias super quentes e agora estou super pronta para o meu tão adorado Outono. Estou pronta para as camadas, estou pronta para as botas e para os cappuccinos na rua. Há mesmo algo de mágico no Outono. Também sentem o mesmo? Ou são completamente da equipa do Verão? Digam-me nos comentários e digam-me também o que acham deste outfit.


This is officially the last Summer outfit. I really love it, and I'm pretty sure I'll be wearing these pieces for a bit longer, but I'll be styling them in a different way, I'm pretty sure because they're very versatile and perfect for the transitional weather. I'm back from Madeira (the photos will be on the blog very soon) and this trip really marked the end of Summer for me. It was the last beach days, and the last really warm days, now I'm totally ready for Autumn. I'm ready for the layers, I'm ready for the boots and for the warm cappuccinos on the street. There's really something magical about Autumn. Do you feel the same? Or you're totally on the Summer team? Let me know in the comments below, and also let me know what you think about this outfit.


shirt and bag VINTAGE | shorts BAUME STUDIO | shoes MANGO




Ouvi falar sobre este livro no podcast Ponto Final, Parágrafo (se gostam de literatura recomendo imenso) e desde então que queria muito lê-lo. Estou a falar do livro 'Novas Cartas Portuguesas', obra escrita por três autoras (as "três Marias") e intitulado como um marco inquestionável na história da literatura portuguesa. A verdade é que não é um livro muito falado e que está um pouco esquecido, mas que teve imenso impacto fora de Portugal e, atrevo-me a dizer, que é dos mais importantes livros sobre feminismo escrito em português. É composto por diversos tipos de textos: cartas, apontamentos e poemas. Estes textos falam da paixão de Mariana, uma freira enclausurada, por um general francês, mas o livro também é muito mais que esta paixão. Escrito em tempos de ditadura, utiliza uma linguagem aberta e sem censura ao escrever sobre sexualidade, o prazer feminino, orientação sexual e o papel da mulher na sociedade, o que levou as autoras a um processo judicial. Apesar de ser um livro já com bastantes anos, (in)felizmente é um livro bastante atual, pois o problema da igualdade entre os sexos ainda não está resolvida nos dias de hoje. Sem dúvida, que todos deviam ler este livro. É um livro denso e, por vezes, difícil de compreender, mas a nova edição tem umas notas finais que ajudam a compreender melhor esta obra tão importante da nossa literatura.


I first heard about this book on the Ponto Final, Parágrafo podcast, and since then that I really wanted to read it. I'm talking about 'The Three Marias: The New Portuguese Letters' wrote by three writers (the "three Marias") and known as a remarkable book on Portuguese literature history. The truth is that this book is not very well-known here in Portugal, but I'm pretty sure it's one of the most important books about feminism written in Portuguese. It's composed of different kinds of texts: letters, notes and poems. These texts talk about the passion between Mariana, a cloistered nun, and a French general, but the book is also much more than that. Written during the dictatorship regime, it uses open language and talks about sexuality, female pleasure and the women's role in society which took the authors to court. Even though it was written a long time ago, (un)fortunately it's also very relatable since the problem of equality between genres it's still very present in our days. Without a doubt, everyone should read this book. It's not an easy read, and sometimes can be hard to understand, but this new edition has some notes at the end that will help you understand this amazing book.



"Mas o que pode a literatura? Ou antes: o que podem as palavras?"

 


Já partilhei algumas destas fotografias no meu Instagram, mas gostei tanto delas que lhes tinha de dedicar um post aqui no blog. Quase todas as semanas fotografo com a Marta, mas, normalmente, uma de nós está sempre do outro lado da câmara. Já há algum tempo que queríamos fazer umas fotos juntas e, quando a Carolina veio ao Porto, percebemos que era a altura perfeita. É tão bom encontrar pessoas na nossa vida com os mesmo gostos que nós, que alinham neste tipo de ideias e que o fazem mesmo por gosto. Nenhuma de nós ganhou dinheiro com isto, mas quando criar conteúdo e fazer fotografias bonitas é uma paixão, não é o dinheiro que importa. Espero mesmo que gostem das fotos, adorava saber a vossa opinião.


I already shared some of these photos on my Instagram, but I love them so much that I had to share them here on the blog as well. Almost every week I shoot with Marta, but, usually, one of us is on the other side of the camera. For a while now that we wanted to take some photos together, and when Carolina came to Porto we knew it was the perfect timing. It's so good to find people in your life with the same passions as you, that join you in these kinds of ideas, and do it just for fun. Any of us gained money with these photos, but when you love creating content and creating beautiful photos, money doesn't really matter. I hope you like these photos, I would love to know your opinion.



 


Os signos sempre foi algo que me fascinou. Não percebo muito do assunto e também não sou super obcecada, mas gosto de ler sobre o meu signo, perceber as diferentes características e seguir contas no Instagram com memes sobre o meu signo. Acho que já tinha dito antes, mas o meu signo é Virgem. Aliás, hoje mesmo é o meu aniversário e achei que podia ser engraçado falar das diferentes características do signo e perceber se me identifico ou não com elas. E já agora, há mais Virgens desse lado?


Starts signs always fascinated me. I don't know much about it and I don't obsess about it, but I love to read about my own star sign, to understand all the traits, and love to follow Instagram accounts with those kinds of memes. I think I said it before, but I'm a Virgo. Actually, today is my birthday, and I thought it would be fun to talk about the different traits of my star sign and tell you if I identify with them or not. And by the way, are more Virgos over there?




We Like To Look Tough AF

Isto é tão eu! Um destes dias vi um meme sobre isto e não me podia identificar mais. O meme mostrava umas botas combat que representava como as pessoas nos veem, mas por dentro das botas a pessoa estava a usar umas meias super fofas e isso representa como na verdade somos. Podem ver AQUI para perceberem melhor. Mas isto é mesmo verdade. Para as outras pessoas parecemos super duros e frios, mas no fundo somos um coração mole.


This is so me! Actually the other day I saw a meme about Virgos showing a combat boot and that was how people think we are, and then inside the boot, it was a very cute sock that's how we really are. You can see it HERE to understand it a bit better. And that's so true. To other people, we look tough as fuck, but deep down we are super cute and adorable.




We Love To Organize Shit

Este aspeto identifico-me até certo ponto. Os Virgens normalmente são obcecados com limpeza e adoram ter tudo em ordem e super arrumado, aliás, muitas vezes gostam de organizar coisas como forma de diversão. Isto não sou eu, mesmo, mas sou um pouco control freak. Adoro organizar o meu dia, faço listas para tudo e quando vou de viagem sou sempre eu que organizo tudo.


I identify with this on some level. Virgos usually are obsessed with cleaning and love to always have everything in order, in fact, some just love to organize stuff for fun. That's not me at all, but I'm kind of a control freak. I like to organize my day, I do a bunch of lists for every single thing, and when I travel I'm always the one organizing everything.



Creativity Is Always Flowing

Também me relaciono imenso com isto. Virgens são um signo super criativo. Este blog nasceu disso mesmo, de querer expandir o meu lado criativo e mesmo desde pequena que adoro criar, quer seja desenhar, ou mais recentemente fotografar.


I also relate to this a lot. Virgos are an extremely creative star sign. Well, I first created this blog because I wanted a creative outlet, and since a young age, I have loved creating things, either drawing or more recently photography, I love to do creative stuff.


We Are Overly Independent

Somos super independentes e adoramos fazer coisas sozinhos. Eu sou mesmo assim, e ainda mais agora. Quando era mais nova, por vezes, tinha vergonha de fazer coisas sozinha, mas agora adoro. Adoro passear sozinha, adoro ir a um café e a lista continua. Isto pode ser uma coisa má, pois, por vezes, quando precisamos de ajuda não a pedimos. Gostamos de resolver os nosso problemas sozinhos, mas tenho tentado mudar isso, mas, sem dúvida, que sou assim.


We are super independent and love to do things on our own. I really am like this, especially now. When I was younger I was a bit self-conscious, but now I love doing things on my own. I love to walk around, I love to sit in a café by myself, and the list just goes on and on. This can also be a bad thing because sometimes when we need help, we don't ask for it, we just figure things out by ourselves. I'm trying to work on this, but I really am like this.

waistcoat and bag VINTAGE | shirt TIFFOSI | shorts COS | sneakers VANS


 


Hoje é dia de vos mostrar algumas fotografias tiradas com o meu telemóvel durante a semana. Gostava imenso de saber o que acham deste tipo de posts. Apesar de adorar partilhar posts mais pensados, com fotografias tiradas com câmara e com um tópico que faz sentido para mim, também gosto destes posts mais simples e espontâneos, um pouco como faço no meu Instagram. Mas adorava saber o que acham. Digam-me nos comentários.


Today is time to share with you some photos I took with my phone during the week. I would love to know what you think about this kind of posts. Even though I love sharing more well-thought posts with photos taken with a camera and with a topic that makes sense to me, sometimes I also love this kind of posts that are easy and a bit more spontaneous, a bit like I do on my Instagram. But I would love to know what you think about it. Let me know in the comments.


A Carolina veio passar uns dias ao Porto e temo-nos divertido muito. / Carolina came to Porto and we have been having a lot of fun.
 


Após alguns meses, o Get To Know The Brand está de volta. É uma rúbrica onde entrevisto as pessoas por detrás das marcas portuguesas que eu mais gosto. Se me seguem no Instagram, provavelmente já conhecem a Baume Studio. Uma marca lançada há poucos meses, mas que já é uma das minhas favoritas. Na Baume encontram peças minimalistas, com imensa qualidade e com um compromisso de sustentabilidade. Vamos então conhecer um pouco melhor esta marca.


After a few months, the Get To Know The Brand is back. The post where I interview people behind my favourite Portuguese brands. If you follow me on Instagram, I'm pretty sure you already know about Baume Studio. It was launched just a couple of months ago, but it's already one of my favourites. At Baume, you'll find minimalist pieces with amazing quality and always with sustainability in mind. Let's meet this brand.




Como surgiu a ideia de criar a Baume?   How did you get the idea to create Baume?

A Baume nasceu da vontade de materializar um sonho que já tinha há muito tempo. Criar peças intemporais, confortáveis e com uma preocupação sustentável foram os pontos de partida.


Baume was born from my willingness to materialize a dream I had for a long time. Creating timeless and comfortable pieces with sustainability in mind.




Porquê o nome Baume Studio?                                                  Why the name Baume Studio?

'Clothes that feel like a balm'.




Se tivesses the descrever a marca em três palavras quais seriam? If you had to describe the brand in three words what would they be?

Transparência, intemporalidade e qualidade.                                                                          Transparency, timelessness and quality.




Onde vês a Baume daqui a 5 anos?                         Where did you see Baume in 5 years?

A BaumeStudio foi lançada este Verão, mas já tem os olhos lá fora e numa internacionalização gradual. Quero levar o design portugês para além fronteiras.


BaumeStudio was launched this summer but we already have our eyes outside and on a gradual internationalization. I want to take the Portuguese design outside.


shirt and bag VINTAGE | shorts BAUME STUDIO | sandals MANGO

check out Baume Studio website HERE



Já há imenso tempo que seguia o trabalho da Lizzy e da Lindsey. Já sigo os seus blogs há vários anos (os quais eu adoro e encontro sempre imensa inspiração), comecei a ouvir o podcast de ambas desde o primeiro episódio e quando soube que iam lançar um livro fiquei super entusiasmada. O livro chama-se 'Things You Can't Ask Yer Mum' (o mesmo nome que o podcast) e é tão bom. Vão encontrar temas como sexo, heartbreak, luto, online dating e amizade, tópicos que vão perceber que são aqueles que normalmente discutem com as vossas amigas. E é essa mesma a sensação com que ficam quando leem este livro, que elas são vossas amigas. Acho que foi a primeira vez que li um livro escrito por duas pessoas e estava bastante curiosa de como iria funcionar. Basicamente, têm os pensamentos da Lindsey e da Lizzy separadamente sobre cada tópico. Têm também alguns guias 'how-to' (sempre muito divertidos), Q&A's sobre cada tópico e também cartas que elas escreveram para os seus "eus" mais novos. É um livro leve, mas exatamente aquilo que eu queria. É o livro perfeito para o Verão. Recomendo mesmo muito e mesmo que não conheçam o seu trabalho, acho que vão gostar muito do livro na mesma. Quando o lia sentia que tinha um guia para os meus 20s nas mãos.


For the longest time that I've been a fan of Lizzy and Lindsey's work. I follow her blogs for years now (which I love and always inspire me so much), I listen to their podcast since the first episode so when I knew they were going to launch a book I was so excited about it. The book is called 'Things You Can't Ask Yer Mum' (the same as the podcast), and it's so good. The book covers topics such as sex, heartbreak, grief, online dating and friendship, topics you will realize you usually discuss with your friends. It just feels like they're also your friends. I think it was the first time I read a book written by two different people so I was very curious about how that would work. Basically, you just get the thoughts of Lizzy and Lindsey separately on each topic. You will also find 'how-to' guides (always very funny let me add), Q&A's on each topic and letters for their younger selves. It's a light read, but totally what I needed. It's the perfect summer book. I highly recommend it, and even if you're not familiar with their work I think you will enjoy it as well. While I read it, I felt like I had a guide to my twenties in my hands.




 


Setembro sempre foi um mês do qual gostei bastante. Este, sim, é o mês que parece que um novo ano começa, certo? Além de ser o meu aniversário, por isso, para mim, claramente começa um novo ano é também um mês que sabe a novos começos. Depois de um mês em que está tudo, literalmente, parado, parece que a cidade ganha uma nova vida em Setembro. As pessoas voltam ao trabalho, as crianças regressam à escola (era também uma altura que eu adorava) e o Outono começa a dar os ares da sua graça. Eu sei que esta é uma unpopular opinion e que a maioria das pessoas adora o Verão, mas o Outono é e será sempre a minha estação do ano favorita. Eu sei que todos os anos digo isto e irei continuar a escrevê-lo, porque realmente adoro tudo nesta estação do ano. Este mês vou também fazer uma viagem e é um mês que também adoro para isso mesmo. Já está tudo mais calmo, não há tantos turistas nas cidades e é sempre mais relaxado viajar em Setembro. Por isso, como podem perceber, estou bastante entusiasmada. Também é um mês do qual vocês gostam? Adorava saber se partilham da mesma opinião que eu, porque em Janeiro, nunca sinto que está a começar um novo ano para mim, mas agora em Setembro é completamente diferente.


I always loved September. This is the month that actually feels like a new year is starting, right? Besides being my birthday month, so a new year is actually starting for me, it's also a month that feels like new beginnings. After a month where everything is closed, it looks like the city just gets back to life. People return to their jobs, children go back to school (I also loved this time of the year when I was a kid), and Autumn starts to show up. I know this is an unpopular opinion and everyone loves Summer, but Autumn will always be my favourite season. I know I say this every year and I will keep writing it down because I love everything about this season. Also this month I'm going on a trip, and I think it's the perfect month to do it. Everything is quieter, there are not as many tourists around, and it's always way more relaxed to travel during September. So, as you can probably tell, I'm very excited. Is this also a month you enjoy? I would love to know your opinion because I never feel like a new year it's starting in January, but September is completely different.


shirt TIFFOSI | t-shirt c/o SEZÁNE | trousers DJERF AVENUE | bag VINTAGE | sneakers VANS


 


Portanto, estou apaixonada por estas fotografias. Foi a primeira vez que fotografei num estúdio, mas foi tão divertido. Quando a Marta me perguntou se queria tirar algumas fotos no seu estúdio soube exatamente aquilo que queria fazer. Queria fotografar em analógico e queria usar um look monocromático. E, como podem ver, escolhi cinzento. Cores é algo que sempre me fascinou, é engraçado como certas cores transmitem certos sentimentos. Preto será sempre a minha cor de eleição, mas o cinzento está mesmo atrás. Usei então esta camisa second-hand (que na verdade é do meu namorado) e as minhas tão amadas calças da Djerf Avenue que acabei por levar à costureira para subir a bainha e agora que têm o comprimento perfeito vou usá-las ainda mais vezes. Digam-me o que acham destas fotografias. Queria fazer algo diferente, tanto com a fotografia como com a edição, e ficaram exatamente como eu queria. Espero que gostem tanto quanto eu.


So, I'm pretty much in love with these photos. It was the first time I shot in a studio but it was so much fun. When Marta told me if I wanted to take some photos in her studio I knew exactly what I wanted to do. I wanted to shoot on film, and I wanted to do a monochromatic look. And, as you can see, I went with grey. Colour is something that always fascinated me, I love how certain colours can express a certain feeling. Black will always be my favourite, but grey is right behind it. So I went with this second-hand shirt (that's exactly from my boyfriend) and my beloved Djerf Avenue trousers that I just took to the tailor to take the hem up a bit so I will be wearing them way more often. Please let me know what you think about these photos. I really wanted to do something different, with the photos and with the edition, and they turned out exactly how I wanted them to. I hope you like them as much as I do.




 


Agosto está mesmo a chegar ao fim, por isso, como sempre, está na hora de partilhar com vocês a minha playlist do mês. Podem encontrar imensas músicas da Billie Eilish, isto porque adorei o novo álbum dela. Já era fã e os segundos álbuns às vezes podem ser complicados, mas ela arrasou. Podem encontrar as minhas músicas favoritas na playlist. Numa onda completamente diferente, gostei também do novo álbum da Iggy Azalea e uma banda que também acompanho há algum tempo e que tem um trabalho novo são os Skinner Brothers. Está muito all over the place esta playlist, mas é assim mesmo que eu gosto.


August is almost coming to an end so, as usual, it's time to share with you my monthly playlist. There are loads of Billie Eilish's songs because I loved her new album. I was already a fan, and sometimes second albums can be tricky, but she completely nailed it. You can listen to my favourite songs from the album on the playlist. On a completely different vibe, I also enjoyed Iggy Azalea's new album, and also a band that I've been following for a while and that has a new album are The Skinner Brothers. This playlist is all over the place, but that's how I like it.


Contact

© Fashion Mask.
Design by The Basic Page