3 Podcasts I've Been Listening To

Já há algum tempo que não vos trazia um post sobre os podcasts que tenho andado a ouvir, mas já não era sem tempo, pois cada vez tenho mais favoritos. Já não passo um dia sem ouvir pelo menos um e estava na hora de partilhar com vocês as minhas últimas descobertas. Digam-me também quais são vossos podcasts favoritos. E para mais recomendações podem ler ESTE e ESTE post.

It has been a while since I wrote a post about the podcasts I've been listening to, but it was about time since my favourites list just keeps getting bigger and bigger. I listen to at least one episode every single day, and I really had to share with you my latest finds. Tell me your favourite podcasts on the comments below. And if you want more recommendations you can read THIS and THIS post.

1. Sobremesa

O 'Sobremesa' da Mafalda Beirão foi a minha última descoberta e estou a adorar. O conceito é um pouco diferente, pois, apesar de ser semanal, serão (para já, como a própria diz) apenas 10 episódios. Vai no sétimo episódio e até agora não houve nenhum que não tivesse gostado. Em todos os episódios a Mafalda tem um convidado com quem discute sempre um tema diferente.

'Sobremesa' by Mafalda Beirão is my latest find, and I'm loving it. The concept is a bit different, because, even though is a weekly podcast, they're going to be only 10 episodes (for now, as Mafalda says). It's on its seventh episode, and until now I loved them all. Mafalda has a guest every episode with who she discusses a different subject. 

2. Good For You

Descobri o 'Good For You' da Whitney Cummings um pouco por acaso. Já conhecia o seu trabalho (vejam o stand-up dela 'Can I Touch It?' no Netflix, tem imensa piada), mas como fã que sou dos Foo Fighters, tive de ouvir a entrevista que ela fez ao Dave Grohl. E gostei tanto que fui logo ouvir todos os outros episódios. É um podcast semanal e em todos os episódios ela entrevista um convidado diferente, além de ter imensa piada.

I found 'Good For You' by Whiney Cummings a bit randomly. I already knew her work (please watch her Netflix stand-up special, 'Can I Touch It?', it's really funny), but as a huge fan of Foo Fighters, I had to listen to the interview she did to Dave Grohl. And I enjoyed it so much that I had to listen to the other episodes straight away. It's a weekly podcast, every episode she has a different guest, and, obviously, it's really really funny.

3. Traz Cerveja

O 'Traz Cerveja' do Diogo Faro e do Pedro Durão é, para mim, o melhor podcast de entrevistas. Além de serem dois humoristas com um trabalho que eu gosto muito, as conversas são bastante informais e tenho gostado muito de todos os convidados. É mesmo daqueles podcasts que vos faz rir à gargalhada.

'Traz Cerveja' by Diogo Fara and Pedro Durão is, to me, the best podcast with an interview format. They are two comedians whose job I really like, and the conversations are very informal, and all the guests have been great. It really is one of those podcasts that makes you laugh out loud.
Some Of My Latest Outfits

Aqui estão alguns dos últimos outfits que partilhei com vocês. Apesar de adorar o Verão, não há nada como esta altura do ano no que toca à roupa e qualquer pessoa que goste de moda vai concordar comigo. Temos muitas mais opções e é muito mais divertido brincar com as diferentes camadas. Mas digam-me, qual o vosso outfit favorito? Para mim, são o número 1 o número 4. Fico à espera das vossas escolhas nos comentários.

Here are some of my latest outfits. Even though I love summer, there's nothing like this time of the year when it comes to getting dress up, and anyone who's into fashion will agree with me. We have so much more options, and it's so much fun to play with all the different layers. But tell me, which outfit is your favourite? I really like number 1 and number 4. I'll be waiting for your choices on the comments below.
The Film Diary #11

Aqui estão as primeiras fotos analógicas de 2020, ainda com fotos da celebração do Ano Novo. Gostei imenso do resultado destas fotos. Utilizei um filme que nunca tinha usado, o Kodak Ultramax 400, e fez toda a diferença. É engraçado ver como se obtêm diferentes resultados com os diferentes tipos de filme. E perceber como os diferentes rolos, funcionam com os diferentes tipos de luz. Cada vez gosto mais de fotografia analógica e não me canso de o dizer.

Here are the first film photos of 2020, with a few photos from my New Year's Eve. I really like how they turned out. I used a film that I've never used before, the Kodak Ultramax 400, and it made all the difference. It's really fun to see how you get different results with different films. And realize how different films work in different kinds of light. Every day I love more analogue photography, and I don't get tired of saying it.


The Fine Line Between Pleasure And Obligation

Instagram. Uma rede social com que muitos têm uma relação de amor-ódio. Consigo perceber porquê, mas sempre foi uma rede social que gostei muito. Gosto muito de fotografia e adoro todo o lado visual da app. Adoro criar conteúdo e é apenas mais um sítio onde também o posso partilhar. É, realmente, algo que gosto muito de fazer e que me dá muito prazer. No entanto, chega uma altura em que começamos a encarar o Instagram e toda a partilha de conteúdo como um trabalho. Não que seja uma obrigação, mas faço o meu melhor para publicar uma fotografia todos os dias. Claro que o faço porque gosto, mas também sei que é isso que os meus seguidores querem ver. Sei que se estiver algum tempo sem publicar, eventualmente, irei perder seguidores. É uma linha ténue entre o prazer e a obrigação, mas penso que qualquer instagrammer se consegue rever nisto. Quando é que deixa de ser apenas algo que fazemos como hobby e passa a ser parte do nosso trabalho? Para mim será ser um mix, porque apesar de gostar muito de partilhar fotografias diariamente, também há alturas em que simplesmente desligo, mesmo que isso implique perder seguidores (porque os que realmente gostam do nosso trabalho, irão continuar a acompanhá-lo).

Instagram. A lot of people have a love-hate relationship with this social media app. I can understand why, but, to me, it was always an app that I really liked. I like photography and really like the visual side of the app. I love creating content, and it's just another place where I can share it. It really is something that brings me a lot of pleasure. However, it comes a time when we start looking at Instagram as a job. I don't do it because I have to, it's not an obligation for me, but I do my best to share a photo every day. Obviously, I do it because I like it, but I also know that that's what my followers want to see. I know that f I don't post for a few days, eventually, I will lose some followers. It's a fine line between pleasure and obligation, but I think any Instagrammer can relate to this. When does it stop being a hobby, and it turns into a part of your job? To me, it will always be a mix, because, even though I love sharing photos daily, there are also other times that I just shut off, even if that means losing followers (the ones who really like our job, will keep following us anyway).

blazer H&M | cardigan and bag VINTAGE | trousers MANGO | sneakers CONVERSE

photos by LILIANA
My Thoughts On 'I Love Dick'

Já falei um pouco sobre este livro no post com os meus livros favoritos do ano passado (podem ler AQUI), mas gostei tanto dele que tinha de lhe dedicar um post. Hoje venho-vos falar do 'I Love Dick' da Chris Kraus. Como disse nesse mesmo post, é um livro bastante diferente daqueles que já li, pois a história é contada através de cartas e transcrições de chamadas e também é uma mistura entre romance, biografia, diário, uma crítica à arte e uma ode ao feminismo. Resumindo, Chris (que é também a autora do livro, também daí ser uma biografia) apaixona-se por Dick (de onde vem o nome do livro) e, juntamente com o seu marido, escreve-lhe cartas de amor sem nunca as enviar. Este triângulo amoroso passa por várias fases e é bastante interessante acompanhá-las durante toda a leitura. Mas, para além de todo este enredo que por si só já o torna um livro bastante rico e que nos faz não querer parar de ler, também toca em temas como o feminismo e a arte e dá ao leitor uma forma bastante interessante de pensar o género no mundo da arte. Achei realmente um livro muito interessante, caso contrário não estaria na minha lista de livros favoritos de 2019. Descobri também que foi feita uma série baseada neste livro e estou muito curiosa para a ver.

I already talked a bit about this book on the post about my favourite books of 2019 (you can read it HERE), but I enjoyed it so much that I had to write a blog post about it. So today I'm talking about 'I Love Dick' by Chris Kraus. As I already told you on that same post, it's a book very different from everything I've read, since the story is told through letters and phone calls transcriptions, and it's also a mix between a novel, a memoir, a diary, an art critic, and a homage to feminism. Summing up, Chris (the author of the book, that's why it's also a memoir) falls in love with Dick (who names the book) and, together with her husband, writes love letters to him but doesn't send them. This love triangle goes through different phases, and all of them are very interesting. But, besides all this story that already makes it very hard to stop reading, it also touches on subjects like feminist and art and provides a really interesting way of thinking about gender in the arts. I really think it's a very interesting book, otherwise, I would never include it on my list of favourite books of 2019. I also found out that there is a tv series based on this book so I really want to watch that.

"I'm torn between maintaining you as an entity to write and talking with you as a person."
My Best Purchases Of 2019

Não estava a pensar fazer mais qualquer tipo de recap do ano passado, mas vi um vídeo no Youtube da Emma Hill com as suas melhores compras de 2019 e achei engraçado fazer o mesmo aqui no blog. Não quero de todo incentivar o consumismo com este post, até porque estas são peças que comprei no ano passado, mas que sei que vou usar durante muitos anos. Este é então o meu top 5 de melhores compras de 2019.

I wasn't thinking about doing another recap from last year, but I watched a video by Emma Hill where she was showing her best purchases of 2019 and thought it would be fun to do the same here on the blog. I don't really want to support consumerism, these are pieces that I bought last year, but I know I will year for many years. So here are my top 5 of best purchases of 2019.


Bershka Polka-Dot Mini Dress

Eu sei que não é uma peça que posso usar durante todo o ano, mas gosto tanto deste vestido que tinha de o incluir. É daquelas peças que visto e, imediatamente, me sinto bem. Adoro a cor, adoro o padrão, adoro a silhueta, sem dúvida uma das minhas peças favoritas no meu armário.

I know this is not an all-year-round piece, but I love this dress so much that I really had to include it on this list. It's one of those pieces that I put on, and feel great immediately. I really love the colour, the print, the shape, one of my favourites for sure.




Weekday Rowe Jeans

Depois de ouvir falar tão bem da ganga/jeans da Weekday, na minha primeira visita a Londres no ano passado (por favor, tragam a Weekday para Portugal!) decidi experimentar alguns modelos e comprovar se realmente são assim tão bons os jeans da marca. E confere, são fantásticos. Escolhi o modelo 'Rowe' e são dos jeans que eu mais uso. São straight-leg, mas com um loose-fit que eu adoro. Quero muito comprar outras lavagens destes jeans.

After hearing so many good things about Weekday denim/jeans, I decided to give them a go and tried some jeans when I went to London for the first time last year (someone bring Weekday to Portugal, please!). And everything people say about their jeans is true. I chose the 'Rowe' fit, and these are the jeans that I wear the most. They're straight-leg, but with a loose fit which I love. I really want more washes of these jeans.


Converse Chuck Taylor sneakers

Foram uma compra já para o final de ano, mas já são sapatilhas que mais uso (em conjunto com as minhas Vans Old Skool, como é óbvio). Gosto imenso delas, porque, apesar de serem pretas, não são o modelo clássico. São num tecido mais quente e com pequenos detalhes que as tornam diferentes.

I bought these later in the year, but they already are one of the sneakers that I wear the most (together with my Vans Old Skool, obviously.) I really like them, because, even though they're black, they're not the classic model. They're in a warmer fabric, and with small details that make them different.


Fendi shoulder bag

Claro que tinha de incluir a minha mala Fendi comprada no Vestiaire Collective. Foi uma prenda de aniversário de mim para mim e foi uma das minhas melhores compras de sempre, tenho-a usado imenso.

Of course, I had to include my Fendi bag that I've bought at Vestiaire Collective. It was a birthday gift from me to myself, and it was one of my best purchases ever, I wear it a lot.








Vintage Wide-Leg Trousers

Na altura que comprei estas calças falei-vos delas, porque foram realmente um achado. Comprei-as em segunda-mão na Humana e penso que me custaram 2€. Encontrar calças que me acentam na perfeição é super difícil, a maior parte das vezes são demasiado compridas, e estas são perfeitas.

When I bought these trousers, I talked to you about them, because they really were a bargain. I bought them second-hand at Humana, and I think they costed me 2€. It's very hard for me to find trousers that fit me perfectly, they usually are way too long, but these were perfect.


3 Things I Do To Be More Eco-Friendly

Cada vez se fala mais do ambiente e de como é importante fazermos algumas alterações na nossa vida para combater este problema. Eu não sou de todo um exemplo, ainda há muitas coisas que podia fazer para viver um estilo de vida mais eco-friendly. No entanto, já fiz pequenas alterações no meu dia-a-dia que já são um começo e que qualquer um de nós pode fazer. São três coisas simples que rapidamente se tornam hábitos. Se tiverem mais dicas, deixem nos comentários, adorava saber.

More and more, the environment is the topic of the day, and it's important to make some changes in our lives to fight this problem. I'm by no means an example, there are still a lot of things I could do to live a more eco-friendly lifestyle. However, I already did some changes in my daily life that are good first steps, and that anyone can do. These are three simple things, that quickly become habits. If you have any other tips, please leave them on the comments, I would love to know.


1. Always Carry A Canvas Tote Bag

Já é muito raro eu sair de casa sem uma tote bag. No nosso dia-a-dia acabámos sempre por comprar alguma coisa e é um desperdício estarmos constantemente a comprar sacos de plástico. Por isso é que tenho sempre uma tote bag comigo e recuso sempre os sacos das diversas lojas.

Nowadays, I never leave my house without a canvas tote bag. On our daily life, we always end up buying stuff, and it's a waste to be constantly buying plastic bags. That's why I always carry a tote bag with me.


2. Grab Public Transportation 


Eu tenho a sorte de viver numa cidade com uma excelente rede de transportes públicos. Consigo movimentar-me quase por toda a cidade de metro ou autocarro. Nunca tinha partilhado com vocês, mas já tive um carro. No entanto, nunca senti grande necessidade em usá-lo e, além disso, poluía imenso o ambiente. Por isso, antes de pegarem no carro, vejam se não têm outras alternativas, como os transportes públicos ou pedir boleia a um amigo. 

I'm very lucky to live in a city with a great public transportation network. I can easily go from on point of the city to the other by tube or bus. I never told you this, but I used to own a car. I don't have anymore since I really didn't feel the need for it, and it polluted the environment a lot. So, before riding your car, check if you have other choices like grabbing public transportation, or catching a ride with a friend.

3. Shop Vintage and Second-Hand

Desde o ano passado que reduzi muito os meus hábitos de consumo. Se no inicio foi bastante difícil para mim fazer o 'No Shopping Month' challenge, hoje em dia já passo meses sem comprar nada em lojas de fast fashion. Já todos sabemos que a indústria da moda é das mais poluentes, por isso comecei a comprar muita da minha roupa em lojas vintage e em segunda mão (btw, podem encontrar no meu Instagram algumas das minhas roupas à venda).

Since last year that my shopping habits reduced a lot. If at the beginning of the year was very hard for me to do the 'No Shopping Month' challenge, nowadays I can go through months without buying a single piece of clothing at fast-fashion stores. We all know how bad the fashion industry is for the environment, so I started buying my clothes mainly at vintage and second-hand stores.

jacket BERSHKA | top ZARA | jeans PULL&BEAR | sneakers CONVERSE | bag VINTAGE FENDI

photos by MARTA
Where To Eat #24 | Época Porto

Já há algum tempo que não vos trazia um post para a categoria 'Where To Eat', mas é dos posts que mais gosto de fazer, isto porque adoro descobrir cafés novos aqui pelo Porto. O Época está aberto há três anos, mas, não sei muito bem como, apenas o descobri agora. Mas sabem que mais? Já é dos meus favoritos. Todos os produtos são biológicos, quase tudo é feito na hora e, por isso, a carta não é fixa. Fui lá para pequeno-almoço, mas a vontade de voltar já é enorme. Bebi um cappuccino e comi o pão caseiro (que é maravilhoso btw) e paguei 4,3€ por isto. É também um sítio excelente para passar umas horas a trabalhar ou a estudar. Como podem ver pelas fotos, o espaço em si também é super giro, o que torna este café ainda mais agradável. Sabe bem descobrir espaços assim na nossa cidade. Já conheciam este café?

It has been a while since I last wrote a post for the 'Where To Eat' category, but it really is a post I love doing because I love finding out new cafés around town. Época is open for three years already, but I found out about it recently. But you know what? It's already one of my favourites. All the products are bio, and everything is made when you order it, that's why the menu is always changing. I went there to have some breakfast, and I already want to return. I drank a cappuccino and ate homemade bread (which was delicious btw), and paid 4,3€. It's also an amazing place to work from or study. As you can see from the photos, the place itself is very cute, which makes it very cosy. It feels really good to find places like this in my city. Have you ever been there before?

Rua do Rosário, 22
Porto
Loading...