It's Okay That You're Vegan, But I'm Not

It's Okay That You're Vegan, But I'm Not


O assunto de hoje pode ser um pouco polémico, mas afinal de contas eu estou aqui para partilhar a minha opinião e estou sempre pronta para ouvir o vosso ponto de vista também. Cada vez mais se fala de alimentação e cada vez mais pessoas se estão a converter ao veganismo. Falo de veganismo, por sinto que estas pessoas são mais extremistas e que mais nos querem impor, a todo o custo, o seu estilo de vida. Eu compreendo que são indústrias que poluem imenso e que acontecem muitos maus-tratos aos animais, mas eu tenho a sorte de ter família que vive no campo e que cria animais com esse mesmo intuito. Será então assim tão mau eu não ser vegan ou vegetariana? Não é afinal de contas a lei da natureza, os animais matam-se uns aos outros como forma de sobrevivência (de repente isto tornou-se um episódio de BBC Vida Selvagem, peço desculpa). Sinceramente, não me imagino algum dia a ser vegetariana e o que mais me faz confusão são as pessoas que tentam impor este estilo de vida como se o que elas fazem/comem é que está certo. Porque tem sempre de haver um certo e um errado? Não podemos todos respeitar as escolhas um dos outros?

Today's subject might be polemic, but after all, I'm here to share my opinion and I'm always really happy to know your point of view as well. More and more people are talking about food and are turning into veganism. I speak about veganism because I fell these are the ones that are a bit more extreme and that really try to impose their lifestyle to others. I understand that these are industries that pollute a lot and the animal abuse is real, but I'm really lucky because I have family that lives in the countryside and that raise animals with that purpose. So is that bad that I'm not vegetarian or vegan? After all, that's the law of Nature and animals kill each other in order to survive (all of a sudden this became an episode of BBC Wildlife, sorry). Honestly, I don't think I will ever become a vegetarian and that's okay. What really makes me super confused are people who really try to push their lifestyle like what they eat/do it's what's right. Why there's always have to be right and wrong? Why can we respect each other choices?

jumpsuit LILY LULU FASHION | jumper ZARA | bag PRIMARK | boots PUBLIC DESIRE

photos by LILIANA
  1. Gostava muito de ser vegetariana/vegan, mas há certos alimentos que não me imagino a deixar de comer.

    O conjunto está muito giro :)

    xoxo ♡
        Watermelon Clouds

    ReplyDelete
    Replies
    1. Pois, é como eu! Há imensos pratos com carne que adoro e que não me imagino a deixá-los de comer!

      Delete
  2. Ora nem mais!! Se há coisa que não é nada natural, são o veganismo e o vegetarianismo. .. Faz parte da natureza do ser humano (e de todos os animais) alimentarem-se de outros animais, sempre foi assim, por uma questão de sobrevivência, os mais fortes alimentam-se dos mais fracos. E até consigo percebê-lo num sentido de gestão de recursos, ecológico, ambientalista, e sim, as coisas, como têm sido nos últimos anos, não são de todo sustentáveis, e mais tarde ou mais cedo vamos ter que mudar algumas coisas, mas não acho que o veganismo/vegetarianismo sejam a solução.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Exactamente! E também não me parece que o veganismo seja a solução, porque o aumento da produção destes alimentos também já tem afectado o ambiente, já há imensas notícias sobre isso mesmo!

      Delete
  3. Concordo perfeitamente contigo. Acho que devemos sempre ter uma preocupação com a nossa alimentação e com o nosso planeta mas não temos todos que ser vegan nem vegetarianos nem outra coisa qualquer...

    Another Lovely Blog!, https://letrad.blogspot.com/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ainda bem que concordas :) Existem muitas outras formas de ajudarmos o nosso planeta, é tudo uma questão de moderação e de saber de onde vêm os alimentos, quer sejam carne ou legumes!

      Delete
  4. Nestas coisas sou um bocadinho hipócrita, reconheço. Não vejo mal no acto de comer produtos de origem animal per se, mas de facto reconheço que não vejo necessidade disso. Em todo o caso, admito, faço-o por gosto. Se há egoísmo nisto? Acho que sim, mas, tal como tu, não acho correcta a atitude de superioridade moral que vejo em muita malta. Há que entender o contexto cultural e não podemos pedir que Roma seja feita num dia. Somos seres racionais e, por isso mesmo, também somos de hábitos e de cultura - que se podem ir mudando aos poucos, mas não de um dia para o outro para toda a gente. Dito isto, e devido ao impacto a nível de poluição, etc., tenho feito o melhor que posso para reduzir o consumo de carne, pelo menos. Nem tanto por mim ou pelos animais, mas mais pelo futuro do planeta e das gerações que aí vêm...não sei que mundo lhes estamos a deixar.

    Jiji

    ReplyDelete
    Replies
    1. Compreendo o que dizes! Eu também o faço totalmente por gosto e é a principal razão pela qual não me vejo um dia a tornar-me vegetariana. E percebo também que somos animais racionais e que por isso mesmo devemos mudar os nosso comportamentos quando sabemos que algo está errado, mas acho que neste assunto em concreto do consumo da carne acho que a solução não é a privação, mas sim saber a origem dessa mesma carne. Somos muito de extremos e devido a este enorme aumento de pessoas vegetarianas, também a produção desse tipo de alimentos está a começar a criar impacto no ambiente. Mas acho que fazes muito bem em reduzir o teu consumo, há que começar por algum lado para mudar o futuro do nosso planeta, you go girl!

      Delete