No ano passado li 'O Pintassilgo' da Donna Tartt (que gostei muito) e desde essa altura que queria ler mais da sua obra. Ouvi falar muito bem d'A História Secreta' e foi esse mesmo livro que estive a ler nas últimas semanas. A história é contada através de Richard Papen, a personagem principal, que após ingressar na universidade se junta a um grupo de alunos de grego que descobrem um novo modo de pensar e de viver, baseado nos seus estudos da Antiguidade e que reproduzem rituais que ultrapassam certas barreiras morais. A história divide-se em dois livros, sendo que o que os separa é a morte de um dos membros do grupo. E não, isto não é um spoiler, logo na primeira página é nos contado este acontecimento. Por já sabermos isto, ao longo da leitura deste primeiro livro a escritora cria uma tensão que nos faz devorar a história em poucas horas. A segunda parte já me deixou um pouco dececionada. Não é que não tenha gostado, mas talvez por ter gostado tanto do 'Pintassilgo' e por ter as expectativas bem altas, não foi exatamente aquilo que estava à espera. Já vi muitas pessoas a descrever este livro como um "clássico moderno", mas, apesar de ter gostado, não posso concordar. É um bom livro, mas na segunda parte, a meu ver, falta-lhe alguma coisa. Por isso, se quiserem ler algo desta escritora, sem dúvida, que recomendo muita mais 'O Pintassilgo'.


Last year, I read 'The Goldfinch' by Donna Tartt (which I enjoyed very much), and since then that I've been wanting to read more books by her. I heard a lot of good things about 'The Secret History' so that was the book I was reading in the last couple of weeks. The story is told through Richard Papen, the main character, who after going to college decides to join a group of Greek students that discover a new way of thinking and living, based on their studies and decide to reproduce some rituals that go beyond our moral boundaries. The story is divided into two books, and what separates them is the death of a member of the group. No, this is not a spoiler, you're told this information pretty much on the first page. Knowing this creates tension throughout the chapters, something that the writer does very well and that really makes this book a page-turner. The second part disappointed me a little bit. I enjoyed it, but it wasn't exactly what I was expecting. I loved 'The Goldfinch' so much that I probably had my expectations way too high. I've seen so many people describing this book as a 'modern classic', and, even though I liked it, I can't agree. It's a good book, but in the second part, there's something missing, in my opinion. So, if you want to read something by this author, go with 'The Goldfinch', I enjoyed it way more.




"Beauty is terror. Whatever we call beautiful, we quiver before it."


Post a comment

Contact

© Fashion Mask.
Design by The Basic Page