My Thoughts On 'Year Of The Monkey'

My Thoughts On 'Year Of The Monkey'


Tenho de confessar que não sei muito bem como começar este post ou o que dizer sobre este livro. É um livro bastante interessante e achei-o bem diferente das outras obras da Patti Smith. Como já vos disse várias vezes, a Patti Smith é uma artista que admiro muito, mas é nos seus livros que encontro a minha forma de arte favorita feita por ela. Por isso, sempre que lança um novo livro, faço questão de o ler. 'Year Of The Monkey' é o seu mais recente livro e é uma obra bastante invulgar. Ler este livro foi como estar no sonho de outra pessoa, de facto, por vezes, torna-se difícil distinguir o que é real daquilo que é ilusão, mas é isso mesmo que o torna um livro fantástico. É uma obra que parece mais uma meditação, do que um livro de memórias e as polaroids tiradas pela artista que acompanham os capítulos tornam este livro ainda mais especial. Gostei mesmo muito, no entanto, nada vai superar o 'Just Kids' para mim. Esse será sempre o meu livro favorito.

I have to confess that I don't really know how to start this post, or what to say about this book. It's a very intriguing book, and I found it very different from Patti Smith's previous work. As I already told you several times before, I love Patti Smith's work. She's an artist that I really admire, but it's on her books that I found my favourite form of art by her. So every time she launches a new one, it's a must-read for me. 'Year Of The Monkey' it's her latest book, and it's a very unique read. Reading this was like being part of someone's dream, in fact, sometimes it's hard to know what's real and what's an illusion, but that's what makes it an amazing book. It's more like a meditation than a memoir, and the polaroids shot by her that accompany each chapter just made the book even more special. I really liked it, but I don't think anything can top Just Kids for me. That will always be my favourite book.


"The trouble with dreaming is that we eventually wake up."