Luck Is So Relative

Luck Is So Relative


Há quem ache que há pessoas com sorte, há quem ache que cada um cria a sua própria sorte e eu sou da opinião que a sorte é relativa. Se estás a ler este post, até podes achar que não tens sorte, mas, relativamente a pessoas que vivem num sítio completamente diferente do teu e se encontram numa realidade completamente diferente da tua, tens mesmo muito sorte. Tens acesso à Internet, e, provavelmente, consegues aceder à mesma de diversos dispositivos. Tens o conforto de uma casa e vives numa sociedade que, em princípio, te respeita, independentemente do teu sexo, idade ou religião. Mas isto não quer dizer que não tenhas problemas e podes, apesar de teres todo este privilégio, considerar-te uma pessoa de pouca sorte. Isto porque a sorte é relativa e nós só conseguimos comparar a nossa própria sorte com aquilo que conhecemos. Será que estamos perante uma nova teoria da relatividade? Talvez sim, talvez não, mas da próxima vez que acharem que não têm sorte lembrem-se disto que vos disse.

Some people think luck is something you get, other people think you can create your own luck, I'm of the opinion that luck is relative. If you're reading this the truth is that you're very lucky. You might not agree with it, but you are. You can access the Internet and from several different devices. You have the comfort of a home and you probably live on a society that respects you no matter your sex, age or religion. But this doesn't mean you don't have problems, I'm sure you do, we all do and although you come from a very privileged background, sometimes you probably think you're the unluckiest person in the world. That's why luck is so relative, we can only compare our luck in the reality that we live in. Is this a new relativity theory? Maybe, but next time you think you're not lucky, just think about what I just wrote.


dress ZARA | sneakers VANS | bag VINTAGE

photos by MARTA