Where Do Inspiration Stop And Imitation Begin?

Where Do Inspiration Stop And Imitation Begin?


Na moda tudo se repete. Já tudo foi feito antes, por isso a chave talvez seja fazer isso mesmo que já foi feito, mas trazê-lo para os dias de hoje de uma forma mais moderna e actual. Mas ontem estava a assistir a um documentário sobre o Amancio Ortega, o fundador do grupo Inditex, e sobre como já desde o início ele imitava o que via. Basta entrar numa Zara para comprovar que isso ainda é política da marca. Entram numa loja e vêm umas botas como as que adoram da Chloé, uma mala igual à da Stella McCartney que têm debaixo de olho e um blazer tal e qual como o blazer que adoravam ter da Balmain. E tudo isto por metade do preço (ou ainda mais que isso). Onde acaba a inspiração e começa a pura imitação? É uma linha ténue e marcas como a Zara conseguem tirar o máximo partido disso. Mas também podemos trazer isto para o mundo das bloggers. Quando publiquei ESTE outfit aqui e no meu Instagram tive uma resposta muito positiva, mas tenho de confessar que este outfit não foi ideia minha. Esta ideia de usar um cardigan desta forma fui tudo graças a ESTA foto que vi no Instagram. Ok, o outfit não é exatamente igual, mas eu copiei o outfit ou fui simplesmente inspirada por ele? E a rapariga que o usa, foi ideia dela ou viu noutro sítio qualquer? A moda é feita de ciclos e, estando nós constantemente a ser invadidos por informação visual, é normal que acabemos por repetir aquilo que vemos, faz parte da nossa natureza. Mas o que vocês acham sobre este tema? Vocês repetem outfits que vêm nas redes sociais?

Fashion is all about repeating. Everything was already done before so the key probably is doing that same thing and bring it to today in a more modern way. But I was watching yesterday a documentary about Amancio Ortega, the founder of the Inditex group, and how he has always copied other people’s designs. And you just have to enter a Zara store to realize that they still do it. You take a look at the store and you find some boots like the ones you love from Chloé, you find a bag pretty much like the one you’ve been fancying from Stella McCartney and a blazer like the one you would love to have from Balmain. And all of this for half the price (or even more). Where do inspiration stop and pure imitation begin? It’s a fine line and brands like Zara know exactly how to take full advantage of that. And you can also take this into us bloggers. I got an amazing response from THIS outfit that I shared here and over on my Instagram, but I have to be honest, this outfit wasn’t my idea. I got this idea of wearing a cardigan this way by THIS photo that I saw on Instagram. Yeah, it’s not exactly the same outfit, but was I copying it or was just inspired by it?  And it was her own idea or did she seen it somewhere else? See, fashion is all about cycles and we are constantly being invaded with visual information so it’s normal if we repeat what we’re seeing, it’s part of our nature.  But what do you think about this subject? Do you also copy outfits you see on social media?

blazer H&M | t-shirt ZARA | jeans PRIMARK | boots PUBLIC DESIRE | bag VINTAGE

photos by MARTA
  1. Sabes que um post é bom quando te deixa a pensar no assunto. Foi este o caso! Nunca me tinha lembrado de ver as coisas desta forma! Mas o que tu falas aqui é um facto.. eu dou por mim a fazer scrool e a guardar pins no pinterest e a tomar notas mentais de outfits para quando for escolher uma roupa.. Se é inspiração, imitação, adaptar, não sei. Se calhar o que distingue umas das outras é a intenção com que cada um utiliza uma ideia.. e também um pouco a forma como a apresenta.
    Não sei! Mas que dá que pensar, lá isso dá!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Wow, muito obrigada pelo teu comentário Bea :) Realmente é um assunto que dá que pensar, mas sim, acho que o que nos distingue é a forma como apresentamos certa ideia.

      Delete
  2. Eu acho que desde que não se perca a nossa identidade e a nossa verdade é perfeitamente normal vestirmo-nos de forma "igual" a quem admiramos. Nós somos feitos de tudo o que nos inspira, quer seja na roupa, naquilo que lemos, naquilo que vemos...e se há algo que vemos e gostamos, porque não usar? Desde que não nos tornemos meros imitadores...

    https://letrad.blogspot.com/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim, concordo contigo. E, realmente, isso aplica-se em muitas mais coisas na nossa vida, não apenas naquilo que vestimos.

      Obrigada pelo teu comentário :)

      Delete